TEMPO COMUM Respondeu-lhes Jesus: "Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus". (MT 22,29)

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

06/09/2016 Primeiro Congresso Mato-Grossense de Logoterapia Com mais de 80 participantes, o Congresso teve como tema: “educação e saúde à luz da logoterapia de Viktor Frankl”

capa siteAconteceu, em Cuiabá, na CNBB, o primeiro Congresso Mato-Grossense de Logoterapia. Com mais de 80 participantes, o Congresso teve como tema: “educação e saúde à luz da logoterapia de Viktor Frankl” e foi certificado pela faculdade Sedac. Além dos alunos pós-graduandos em logoterapia, que apresentaram vários temas sob a forma de painéis, o congresso foi orientado por especialistas na área, tais como: Pe. Jair Fante, secretário da CNBB – RO2, Martha Elena da Argentina e Heloisa Marino e Dra. Marina Lemos de São Paulo. Foi apresentada a vida e a obra de Viktor Frankl, a logoterapia aplicada à educação e à saúde biofísica, psíquica e espiritual da pessoa, além da questão do vazio existencial, tão comum em nossos dias. A espiritualidade fundamental da logoterapia foi o tema conclusivo do Congresso. Este congresso inédito no Mato Grosso foi marcado pela agradável convivência entre os orientadores e os participantes, além da brilhante participação do coral infantil Canto e Encanto, sob a regência do professor Uilson Braz. Este congresso foi fruto de um longo trabalho de estudos e incentivo à descoberta desta corrente de psicologia e terá sequência através de vários cursos de extensão em algumas dioceses do Regional, assim como, uma segunda pós-graduação na faculdade Sedac para aqueles que participarem desta iniciativa.
A palavra “logoterapia” advém do termo grego “logos” que significa “sentido”. Conhecida como a Terceira Escola de Viena (a primeira é a psicanálise de Freud e a segunda é a psicologia individual de Adler), a logoterapia concentra-se no sentido da existência humana, assim como na busca da pessoa por este sentido. Para esta escola, a busca de sentido na vida da pessoa é a principal força motivadora do ser humano. Ela vê, portanto, o ser humano orientado para o sentido da sua existência.
A logoterapia procura, portanto, combater o vazio existencial resgatando o que é especificamente humano na pessoa, confrontando o paciente com o sentido da sua vida e o reorientando para este fim. Viktor Emil Frankl, nascido em Viena em 26 de março de 1905, é o fundador da logoterapia. Vivendo em um dos períodos mais conturbados da história morreu aos 92 anos, em 1997, depois de sobreviver às degradantes experiências dos campos de concentração.

Pe. Jair Fante – Secretário Executivo da CNBB – RO2