TEMPO COMUM Respondeu-lhes Jesus: "Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus". (MT 22,29)

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

12/02/2016 Paz e Bem! Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!

“Lembrai-vos dos encarcerados como se vós mesmos estivésseis presos com eles e dos torturados, como se habitásseis o mesmo corpo com eles”. (Hb 13,3)

carceraria (1)
Prezados párocos, vigários, religiosas(os) e agentes de pastoral, nossos irmãos de caminhada, nós da equipe de articulação da Pastoral Carcerária, temos a alegria de convidá-los(as), para o nosso segundo encontro da Pastoral Carcerária em nossa diocese.
Ficamos contentes com a realização e resultados do primeiro encontro ocorrido no ano passado. Contamos com a participação de poucas paróquias, mas conseguimos articular algumas iniciativas, reafirmar compromissos e reforçar esperanças. Às paróquias e pessoas que se empenharam: a nossa gratidão e nossas preces.
Estamos em um momento privilegiado, pois, o Jubileu da Misericórdia nos impulsiona a praticar as Obras de Misericórdia e a oportunizar aos encarcerados viver um encontro com a Misericórdia do Pai que é capaz de renovar todas as pessoas e realidades. Na convocação do ano santo o Papa Francisco no lembrou de que “O Jubileu constituiu sempre a oportunidade de uma grande anistia, destinada a envolver muitas pessoas que, mesmo merecedoras de punição, todavia tomaram consciência da injustiça perpetrada e desejam sinceramente inserir-se de novo na sociedade, oferecendo o seu contributo honesto”. Ainda sobre os presos, o Papa fez um pedido a nós: “A todos eles chegue concretamente a misericórdia do Pai que quer estar próximo de quem mais necessita do seu perdão”.
Os presos também “poderão obter a indulgência, e todas as vezes que passarem pela porta da sua cela, dirigindo o pensamento e a oração ao Pai, que este gesto signifique para eles a passagem pela Porta Santa, porque a misericórdia de Deus, capaz de mudar os corações, consegue também transformar as grades em experiência de liberdade”.
Cremos que não há ocasião mais oportuna para “dar um salto” no trabalho da Pastoral Carcerária em nossa Diocese. Com o empenho de todos, sobretudo das paróquias que possuem cadeia ou presidio em seu território, conseguiremos realizar a vontade de Deus para os encarcerados nesse Ano Santo. Deus, o Papa Francisco, nós e os encarcerados que desejam Deus mesmo sem saber, contamos com a presença, colaboração e oração de todos vocês. Nós da equipe de articulação diocesana também nos colocamos à disposição para ajudá-los(as) no que julgarem oportuno.
 “Aos cárceres, quem enviarei? Quem irá por nós? Eis-me aqui! Envia-me” 
Data: 09 e 10 de Abril de 2016
Horário: Início no sábado às 08:00 e encerramento no domingo às 12:00.
Local: Seminário Bom Pastor – Cáceres, MT.
Obs.: Pedimos que cópias dessa carta sejam encaminhadas para os possíveis participantes do Encontro.
Grande e Fraterno abraço!
Na certeza de que Jesus está entre nós,