TEMPO COMUM Respondeu-lhes Jesus: "Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus". (MT 22,29)

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

12/10/2015 I ASSEMBLEIA ESTADUAL DA PASTORAL CARCERÁRIA.

Foto oficialNos dias 17 e 18 de outubro de 2015, realizou-se a primeira Assembleia Estadual da Pastoral Carcerária, em Cuiabá, no CENE, sede do Regional Oeste 2 da CNBB. O encontro teve início sábado às 09h00 e o término no domingo com o almoço.

Foi um belo momento de encontro dos missionários(as) do Senhor que, partilharam as suas experiências, angústias, esperanças, tristezas e alegrias no trabalho missionário local… Ouvir as partilhas foi significativo e animador, disseram os 42 participantes que vieram das Dioceses de: Barra do Garça, Rondonópolis-Guiratinga, Primavera-Paranatinga, Cáceres, Juína, Diamantino, Sinop e a Arquidiocese de Cuiabá.

Durante a tarde, aconteceu um profundo momento refletindo a espiritualidade da Pastoral Carcerária, conduzido pelo Pe. Carlos Viana SJ. Ele que em suas exposições partilhou que: A pastoral carcerária nos impulsiona a pensar oportunidades, a iluminar vidas em trevas, a apontar sentido nas infernais cadeias e penitenciárias brasileiras. “Com a nossa missão, representamos o toque de Deus nas pessoas encarceradas”. Durante a noite de sábado, construímos de mãos em mãos, através dos grupos de trabalho, o nosso regimento. Ainda tivemos tempo para uma confraternização de partilha.

Domingo começamos os trabalhos com a Santa Missa, as 06h30, aonde ouvimos as palavras do Senhor sobre a missão de servir. Num segundo momento deu inicio aos trabalhos com a aprovação do regimento da Pastoral Carcerária do Mato Grosso. Logo após, a Irmã Valéria falou da importância dos trabalhos em relação à nossa atenção para com a mulher presa, sobre a ideia e utopia de um mundo sem cárcere.

Em seguida e finalmente, foi realizada eleição num clima de alegria e leveza, próprio de discípulos missionários do Senhor. Foram eleitos: Douglas Salviano dos Santos, da Diocese de Rondonópolis-Paranatinga (Coordenador da Pastoral Carcerária MT); Pe. João Batista, da Diocese de Juína (Vice coordenador PCr MT), e Nilva, da Diocese de Diamantino (Coordenadora Mulher presa).

Pe. Valdevino José de Almeida.