TEMPO COMUM Respondeu-lhes Jesus: "Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus". (MT 22,29)

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

20/10/2017 Encontro com os Presbíteros da Diocese de Rondonópolis/Guiratinga

Nos dias 16 e 17 de outubro de 2017 com início no dia 16 de outubro com o almoço e término no dia 17 ao meio dia, tendo como local Casa de Encontro em Fátima de São Lourenço aconteceu o encontro dos padres da diocese de Rondonópolis-Guiratinga.
Constou da agenda a acolhida dos presbíteros por dom Juventino Kestering e em seguida Pe. Lauri Rodrigues da Silva e Pe. Mário Henning conduziu a oração da tarde. A agenda principal da tarde constou do estudo sobre o resultado da pesquisa realizada com os padres sobre o material publicado pela diocese. Em seguida em grupos de sete padres foram debatidas questões referente à estrutura da diocese, linhas e pastoral e a vida do presbítero. Após grupos e plenária ou palavra libre para debater, sugerir questões referentes ao assunto. Terminou a tarde com a oração da Véspera. À noite numa iniciativa do representante dos presbíteros todos participaram de uma confraternização, com cantos, conversas e fraternidade.
Na manhã do dia 17 após a oração da manhã os presbitérios se debruçaram sobre o Curso de Pós Graduação em Catequese a ser implantado na diocese, como extensão do SEDAC com ampla aprovação dos presbíteros, bem como temas referentes à assembleia diocesana, seminário, pastoral juvenil em especial as mutilações.
O encontro se encerrou com a celebração da eucaristia presidida pelo bispo que à luz do evangelho incentivou os presbíteros a continuarem firmes na missão, a se ajudarem mutuamente, a se animarem na missão. Após o almoço deu-se por encerrado o encontro que trouxe marcas de alegria, de convivência e de partilha.
É preciso “em levar avante a formação permanente, conscientes de que cada vida é um caminho incessante em direção à maturidade e, por ela, atende-se à exigência de acertar o passo com a história e discernir o contínuo chamado ou vontade de Deus. A alma e essência da formação permanente do presbítero é a caridade pastoral, pois todos os aspectos da formação devem ordenar-se ao fim pastoral”. “Os próprios ministros necessitam da prática da direção espiritual, que está sempre intrinsecamente ligada à intimidade com Cristo: para desempenhar com fidelidade o seu ministério, tenham a uma espiritualidade sólida”.

Pastoral da Comunicação (Pascom)