TEMPO COMUM Respondeu-lhes Jesus: "Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus". (MT 22,29)

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

28/04/2020 Divulgada identidade visual para o 54º Dia Mundial das Comunicações Sociais

A identidade visual para a celebração do 54º Dia Mundial das Comunicações Sociais, comemorada no dia 24 de maio, foi divulgada. Everton Lucas de Oliveira, membro da Pastoral da Comunicação da diocese de Ponta Grossa, no Paraná, foi o vencedor do concurso. O jovem é designer, atua em sua paróquia, na cidade de Reserva, e também faz parte da coordenação diocesana. A motivação para o concurso veio do assessor eclesiástico diocesano, padre Rodrigo Ribas.

Segundo Lucas, quando foi divulgado o concurso, os “pasconeiros” de sua diocese enviaram o link e o motivaram a participar. “Fiquei feliz de ser lembrado, mas até então não estava muito motivado. Quando já estava chegando no fim do primeiro prazo, eu tive a ideia de tentar uma foto para representar que a vida se faz história, uma geração passando pra outra, a história acontecendo, então o padre Rodrigo me procurou e disse que havia tido prorrogação. Poxa, agora eu posso fazer!”, partilhou Lucas.

Padre Rodrigo partilhou também como aconteceu o processo. “Ele veio me fazer uma visita, moramos em cidades opostas na diocese. Ele partilhou que gostaria de ter uma fotografia que retratasse a comunicação da fé de uma geração para outra. Neste momento lembrei da Pascom de uma Paróquia aqui da cidade. Procuramos eles e eles aceitaram. Na foto, em conformidade com o tema do Dia Mundial das Comunicações deste ano, estão o primeiro coordenador da Pascom na paróquia, que está transmitindo o conteúdo a atual coordenadora que, por sua vez, repassa para uma criança. Tendo a foto, providenciamos os documentos necessários e o Lucas concluiu o material. Foi um longo trabalho, mas que deu um bom fruto”, relatou.

Segundo Lucas, além da foto, as cores e também a tipografia representam a mensagem do Dia Mundial das Comunicações Sociais deste ano. “Com as cores, o amarelo no fundo e as fotos em preto e branco, quis mostrar a história existente, o que é transmitido. Com a tipografia, quis dar uma jovialidade. Foi isso que eu quis expressar.”

Confira noticia na íntegra