TEMPO COMUM Respondeu-lhes Jesus: "Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus". (MT 22,29)

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

23/06/2017 Diocese de Rondonópolis/Guiratinga celebra dia do Patrono O Sagrado Coração de Jesus é o próprio Jesus que andou nas terras da Galileia

No dia 23 de junho de 2017 a Igreja celebra a festa do Sagrado Coração de Jesus, Patrono da Diocese de Rondonópolis. Aos 13 de julho de 1986, com a passagem de Prelazia para diocese, esta foi dedicada ao Sagrado Coração de Jesus.
A origem desta devoção deve-se a Santa Margarida Maria de Alacoque, uma religiosa da Congregação conhecida como Ordem da Visitação. Santa Margarida Maria teve extraordinárias revelações por parte de Jesus Cristo, que a incumbiu pessoalmente de divulgar e propagar no mundo esta piedosa devoção. A partir de Portugal estendeu a esta devoção a todo o Mundo por meio de um ato de consagração solene a pedido ao Papa Leão XIII.
O Sagrado Coração de Jesus é o próprio Jesus que andou nas terras da Galiléia, ensinou o caminho da salvação, anunciou o Reino de Deus, esteve pendurado na Cruz e de seu peito aberto jorrou água e sangue. É do coração de Jesus que brota nosso amor e dedicação ao Sagrado Coração de Jesus. Nos caminhos da Galiléia, da Judéia e Samaria as multidões viam em Jesus a esperança de vida. Suas palavras eram de acolhida, de bondade, de aproximação. Três palavras simples, mas profundas, exprimem os sentimentos e a espiritualidade que provem que provem desta devoção: Sagrado – Coração – Jesus.
“Sagrado” expressa uma realidade profunda que adentra no mistério de Deus. Sagrado é algo que reverenciamos com respeito. Sagrado não é uma coisa, mas algo que expressa profunda comunhão com Deus que se revela no coração de cada pessoa. O coração humano é espaço sagrado no qual Deus penetra e revela o mistério da vida. Na Bíblia, a palavra sagrado refere-se a um tempo de manifestação de Deus, de algo importante que Deus tem a dizer para o povo.
“Coração”. Falar de coração é adentrar no mundo do amor, dos sentimentos, das emoções, da bondade. Por vezes não se sabe descrever uma pessoa. Resume-se numa frase: “Tinha um coração bom”. É no coração de Jesus que a humanidade busca refúgio, vida, salvação, conforto. Ele mesmo disse: “vinde a mim vós todos que estais cansados e abatidos e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”. (Mt 11.28-30). Quando uma pessoa quer externar seus sentimentos profundos resume numa palavra “estou com uma dor no coração” ou “meu coração está feliz”. Sim o ser humano concentrou no coração a beleza do amor, da poesia, da vida, da doação. Esse é o coração de Jesus, cheio de amor e de misericórdia.
“Jesus” é o filho de Deus, o salvador da humanidade. “Ele sendo de condição divina, assumiu a natureza humana. Tornou-se semelhante a nós, menos no pecado, tornou-se obediente e obediente até a morte” (Fp 2,1-11). “Jesus manso e humilde de coração, fazei nosso coração semelhante ao vosso”. Que o Sagrado Coração de Jesus abençoe, guarde e santifique a todos com vida, amo, esperança e abençoe a Diocese de Rondonópolis.
A Diocese de Rondonópolis convida os cristãos católicos para participarem da missa concelebrada pelos padres da cidade, no dia 23 de junho, 6ª feira, às 19:00 horas na Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus. No final da celebração realiza-se a consagração das famílias ao Sagrado Coração de Jesus.

Dom Juventino Kestering
Bispo diocesano