TEMPO COMUM "Ide pelo mundo e pregai o evangelho a toda criatura" MC 16,15

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

19/04/2018 Dia Nacional do Índio

No dia 19 de abril celebra-se o dia do índio. Nossos primeiros habitantes desta terra. É bom lembrar e divulgar que nossa diocese é chão do Povo Bororo. Atualmente conta com quatro grandes aldeias: Piebaga, Perigara, Tadarimana e Córrego Grande. São aproximadamente 1.680 indígenas habitantes nestas reservas. Uma aldeia é atendida pelas Irmãs Catequistas Franciscanas e três pela Diocese de Rondonópolis-Guiratinga.

Essa data foi “instituída em 2 de junho de 1943, durante o governo Getúlio Vargas. A definição da data foi uma consequência da realização do Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, realizado no México, em 19401. Durante o evento, que contou com a participação de diversas autoridades indigenistas, foi proposto aos países da América que se criasse um dia para celebrar esse povo e fazer da causa indígena um ponto de reflexão para toda sociedade”.

Os povos indígenas sobrevivem como os pobres entre os pobres na selva do progresso, do desmatamento, da poluição dos rios e nascentes. São os legítimos moradores deste chão Brasil, pois com a vinda dos portugueses e dos migrantes estes povos já habitavam todo continente americano. Em muitos dias vemos os indígenas perambulando em nossas cidades. Para muitos há um olhar de medo, outros de repúdio, outros tecem comentários depreciativos.

Mas há boa parcela da população tem admiração, compaixão e ações em favor dos povos indígenas. Neste dia 19 de abril, dedicado aos povos indígenas a diocese de Rondonópolis-Guiratinga presta solidariedade aos povos indígenas, suas lideranças, buscas, sonhos, cultura e cuidado com a casa comum.

Neste dia a diocese agradece o esforço e dedicação das missionárias e missionários que doam a sua vida pela causa indígenas

Dom Juventino Kestering
Bispo diocesano