TEMPO COMUM Respondeu-lhes Jesus: "Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus". (MT 22,29)

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

12/06/2015 Conselho Regional de Pastoral 2013

images (1)Entre os dias 18 a 20 de outubro de 2013, no Centro Nova Evangelização (CENE), em Cuiabá realizou-se o encontro do Conselho Regional de Pastoral (CRP) com o objetivo de encaminhar as conclusões da 27ª Assembléia Regional de Pastoral, aprofundar temas específicos e organizar o calendário de atividades para o ano de 2014. Estavam reunidos 29 representantes das 10 dioceses do Regional Oeste02. Padre Antenor Petini, subsecretário Regional de Pastoral juntamente com equipes de serviço, coordenaram o encontro.
Constou da programação a oração inicial, apresentação dos participantes e organização do encontro. Em seguida cada diocese apresentou síntese das atividades realizadas no decorrer do ano em relação aos jovens, Campanha da Fraternidade, formação, uso do material elaborado pelo Regional, pastorais, movimentos e serviços na linha das prioridades diocesanas.
Em continuidade a conferencia dos Religiosos do Brasil (Setor Mato Grosso), com a Irmã Rosa apresentou a vida religiosa no Mato Grosso com os aspectos: vida religiosa, espiritualidade, profecia, aliança, testemunho, presença e esperança no Deus vivo. Enfocou também a realidade, a mística e a situação real da vida religiosa no Mato Grosso.
O período da tarde iniciou com a avaliação da 27ª assembléia regional de pastoral. Em seguida dom Juventino Kestering, em nome dos bispos fez uma síntese das três últimas assembléias regionais em ênfase na 27ª. Aos bispos foi confiada a missão de priorizar as conclusões que estavam em nove eixos: Criatividade, pequenas comunidades, ministérios leigos, formação, catequese de iniciação à vida cristã, juventude, liturgia, caridade, perdão e acolhida. “Buscar viabilidade, abrangência e urgência pastoral” com o objetivo de apontar pistas de ação para o Regional Oeste O2.
Os bispos propuseram:
1.    Continuar com o Projeto das Missões Populares em todas as dioceses. Ser Igreja que vai ao encontro e evangeliza.
2.    Continuar com o subsídio “Elaborado pelo Regional” para o segundo semestre de cada ano.
3.    Investir nas pequenas comunidades, valorizando os ministérios confiados aos leigos e ministérios ordenados e a respectiva formação.
4.    Canalizar forças para a dinamização da Catequese de Iniciação à Vida Cristã aos adultos, jovens e crianças.
5.    Investir na Igreja da caridade, especialmente com os pobres, nas periferias, com os indígenas, peregrinos, sem terra, sem teto…
Metodologia: Essas cinco propostas sejam marcadas pela: Criatividade, perdão e acolhida e vida litúrgica.
O Conselho Regional se debruçou sobre estas propostas e chegou a seguintes propostas:1. Instaurar um processo de elaboração de diretrizes para o Regional Oeste 2 – a ser aprovado em 2015 após a publicação das novas diretrizes Nacionais: 
– Elaborar um questionário de consulta às dioceses que nos permita avaliar nossa caminhada e conjuntura eclesial;
– A partir dessa consulta iniciar um processo de planejamento participativo;
– Em volver as coordenações na elaboração das diretrizes.2. Recriar e dar novo fôlego às pastorais e projetos regionais? 
– Reavivar e motivar o ardor missionário em todos os aspectos da vida eclesial;
– Melhorar a comunicação interpessoal;
– Usar melhor os meios de comunicação e implantar a PASCOM diocesana;
– Descentralizar as coordenações (CDP, CPP, CCP, setores, foranias, áreas…);
– Descentralizar a formação (setores, foranias, áreas…);
– Dialogar com os movimentos e envolvê-los no programa pastoral da Diocese;
– Buscar a unidade na diversidade fortalecendo a comunhão eclesial;
– Trabalhar organizadamente através do planejamento participativo;
– Cuidado e acompanhamento das lideranças.3. Investir nas pequenas comunidades valorizando os ministérios laicais: 
– Suscitar lideranças a partir das forças vivas da comunidade;
– Seguindo a pedagogia de Jesus, dirigir convites pessoais;
– Oportunizar formação específica que consolide o sentido de pertença à comunidade.4. Dinamizar a catequese de iniciação à vida crista como projeto de aprofundamento na fé, inserção na comunidade de adultos, jovens e crianças: 
– Pelas Santas Missões Populares, chegar a todas as famílias, em especial às que estão afastadas;
– Por intermédio dos missionários conhecer os membros da família e mapear a realidade familiar;
– Encaminhar o resultado ao CDP (CPP) e este elaborar o Projeto de Ação para o resgate das famílias afastadas.5. Dinamizar a proposta “Igreja da Caridade” 
– Implantar e/ou dinamizar a Cáritas diocesana e articular as pastorais sociais e movimentos para o serviço da caridade;
– Participar nos conselhos existentes no município para assegurar os direitos fundamentais dos cidadãos, segundo o espírito do Evangelho;
– Proporcionar formação na área social com base na Doutrina Social da Igreja;
– Implantar e/ou reforçar os cursos de fé e política.
Constou ainda da agenda a apresentação da Eurípia Fonseca sobre “Dados sobre o Mutirão contra a fome a miséria”; Luiz Lopes fez os encaminhamentos sobre a Campanha da Fraternidade 2014; O Comire (Comissão Regional Missionária) fez o repasse do encontrão em Barra do Garças; Maria fez as orientações sobre o 13º Interecelsial a acontecer em Rondonópolis nos dias 15 a 17 de novembro de 2013 e outras comunicações e encaminhamentos de interesse do Regional Oeste 02.
O Conselho Regional de Pastoral é uma instancia que encaminha as decisões assumidas nas assembléias e está sempre atento para acompanhar a caminhada da pastoral das dioceses e Regional.
Como avaliação os participantes expressaram como encontro proveitoso, assuntos encaminhados. Agradeceu também o atendimento das Irmãs e o esforço do Pe. Antenor Petini, como subsecretário regional.

 

 
Dom Juventino Kestering
Bispo de Rondonópolis