TEMPO COMUM Respondeu-lhes Jesus: "Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus". (MT 22,29)

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

26/08/2019 CNBB faz memória de dom Helder Camara e dom Luciano Mendes de Almeida: comunhão e esperança

Nesta terça-feira, 27 de agosto, faz-se memória dos 20 anos do falecimento de dom Helder Pessoa Camara e 13 de dom Luciano Mendes de Almeida. Ambos foram secretários-gerais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O momento é de agradecimento a Deus pelos testemunhos, segundo o bispo auxiliar do Rio de Janeiro (RJ) e atual secretário-geral da entidade, dom Joel Portella Amado: “foram dois homens que marcaram a Igreja e, pela e com a Igreja, marcaram o mundo”.

Na sede da CNBB, em Brasília (DF), será celebrada uma missa, às 8h30, presidida por dom Joel Portella. A eucaristia terá a participação de assessores das comissões e colaboradores da entidade, que, desde a última semana, encontram corredores do prédio decorados com fotos e frases de dom Helder e dom Luciano.

Os bispos que marcaram a entidade com sua atuação como um dos fundadores e secretário, no caso de dom Helder, e secretário e presidente, no caso de dom Luciano, são considerados pela Igreja como “Servos de Deus”. Atualmente, as fases diocesanas dos dois processos de beatificação já foram concluídas e remetidas à Congregação para a Causa dos Santos, a qual procederá com a “fase romana” do processo.

Para o arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo relembrar dom Helder e dom Luciano, como outras figuras importantes da história da CNBB, é fazer memória de uma herança e de referências fundamentais que desafiam a Igreja à respostas proféticas, evangélicas e comprometidas. “Qualquer instituição, assim como a nossa família, se perdemos referências importantes de pessoas que nos precederam, perdemos o rumo”, disse.

 

Confira a notícia na íntegra