TEMPO DA QUARESMA “E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa.” (Mt 6,6)

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

26/07/2017 Seminaristas realizam 1ª Assembleia Nacional de coordenadores de Comises

Encontro realizado na sede das POM em Brasília (DF), nos dias 21 a 23 de julho, com a participação de 21 seminaristas, teve o propósito de elaborar o Plano Trienal de Ação para os Comises (2018-2020).

Os seminaristas coordenadores dos Conselhos Missionários de Seminaristas (Comises) nos regionais da CNBB, estiveram reunidos em Brasília (DF), para a sua 1ª Assembleia Nacional. Promovida nos dias 21 a 23 de julho, pela Pontifícia União Missionária, com a participação de 21 seminaristas, a reunião teve o propósito de elaborar o Plano Trienal de Ação para os Comises (2018-2020). Os trabalhos foram coordenados pelos membros da Comissão de Articulação Nacional dos Comises, criada em 2015, e o secretário nacional da União Missionária, padre Jaime C. Patias. Padre Jaime Luiz Gusberti, secretário executivo do CCM e a Irmã Patrícia Souza, secretária nacional da IAM, também participaram.

O objetivo geral do Plano é intensificar nos futuros presbíteros a paixão pela missão, com sólida espiritualidade missionária, para responder com ousadia e criatividade aos desafios da evangelização, na perspectiva de uma Igreja em saída. A iluminação veio da primeira carta de São João: “O que vimos e ouvimos nós vos anunciamos, para que também vós tenhais comunhão conosco” (1Jo 1, 3).

A Assembleia aconteceu logo após o 9º Encontro de Formação Missionária para Seminaristas (Formise) Nacional quando 60 seminaristas de todo o Brasil aprofundaram temas como, as dimensões espiritual e comunitária do presbítero, a missão na vida do presbítero e a formação integral. Nesse sentido, o referido Plano Trienal de Ação definiu atividades em três eixos: “Formação Integral”, “Organização e Articulação” e “Missão”. Além disso, contempla a espiritualidade missionária como eixo transversal.

O processo seguiu o método Ver-Julgar – Agir por meio do qual os seminaristas apresentaram as luzes e sombras na caminhada dos Comises em seus regionais, contemplaram as conquistas, refletiram sobre os desafios e fizeram propostas de atividades para o triênio. Criar novos Comises, intensificar a comunicação, integrar os Comises em todas as ações missionárias da Igreja local, envolver os seminaristas nos projetos Igrejas-irmãs, realizar experiências missionárias e, no triênio, organizar uma Missão Nacional, são algumas das propostas.

“Com alegria e anseio missionário realizamos a nossa 1ª Assembleia Nacional. Foi uma oportunidade para avaliarmos a caminhada, detectarmos nossas alegrias e desafios, e traçarmos metas para os próximos três anos”, explica João Luiz, seminarista da arquidiocese de Mariana (MG) e coordenador do Comise Nacional. “Creio que o Plano será de grande ajuda para seguir a caminhada dos Comises no Brasil. Isso porque foi elaborado em conjunto, com a participação e o envolvimento dos coordenadores e representes dos 18 regionais da CNBB”, complementa o coordenador.

Uma equipe de assessores elaborará subsídios missionários que contemple aspectos históricos e formativos da missão para os Comises e seminaristas. Continuar os as iniciativas de formação missionária (Formises), incentivar a disciplina de missiologia e núcleos de estudos, e oferecer formação missionária para formadores, são atividades em vista da configuração à Cristo, Pastor, Servo e Missionário.

As ações deverão ser desenvolvidas em comunhão com os conselhos missionários, os formadores, a Organização dos Seminários e Institutos no Brasil (Osib), a Conferência dos Religiosos no Brasil (CRB) e comissões da CNBB para os Ministérios Ordenados e Ação Missionária.
“Vimos que os desafios são muitos, mas já foram dados passos significativos, tanto que em todos os 18 regionais da CNBB temos o Comise estruturado ou em fase de organização. Isso envolve seminaristas de 116 dioceses e prelazias. Em dez regionais temos coordenação e os demais estão se organizando. Com isso, a missão vem ganhando espaço dentro do processo formativo e mais atenção em nossos seminários e na vida dos seminaristas”, avalia Thiago Henrique Guimarães, seminarista da arquidiocese de Aparecida e coordenador do Comise no Regional Sul 1.
Para o seminarista Paulo Araújo, da diocese de Coari (AM) e coordenador do Comise no Regional Norte 1, o Comise ajuda a aprofundar a compreensão de que “a missão é a essência da Igreja, porque nasce do coração do próprio Deus. Assim, a missão é também o fundamento do ministério presbiteral. Em nosso ministério, somos impelidos a nos configurarmos ao próprio Jesus missionário do Pai, sendo verdadeiramente uma Igreja em saída e dedicada ao serviço das pessoas, sobretudo os mais pobres”.
No encerramento da Assembleia, a missa foi presidida pelo padre Maurício da Silva Jardim, diretor das Pontifícias Obras Missionárias. No momento do envio, todos os participantes receberam pequenos cartões em forma de um pé, com os nomes dos 18 regionais e de outras forças missionárias, como a Infância e Adolescência Missionária (IAM), Juventude Missionária (JM), Centro Cultutal Missionário (CCM). A intenção é rezar pela pelo regional e organismos missionários.