TEMPO COMUM Respondeu-lhes Jesus: "Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus". (MT 22,29)

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

26/05/2020 Presidente do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs fala sobre Semana pela Unidade Cristã 2020

Arte do cartaz da SOUC 2020, vencedora de concurso nacional.

Catarinense de Jaraguá do Sul, o pastor Inácio Lemke, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, preside o Conselho Nacional de Igrejas Cristas (Conic) até 2022. Formado em Teologia pela Faculdade de Teologia, atual EST, em São Leopoldo ( RS), o pastor Inácio falou ao portal da CNBB sobre a Semana de Oração pela Unidade Cristã (SOUC), celebrada pelas Igrejas Cristãs de 24 a 31 de maio. Para ele, são os humildes que vão ensinar a partilha, a convivência e o repartir junto.

“É isso que podemos aprender nesta Semana de Oração pela Unidade Cristã. Que ela se prolongue por muitos e muitos dias, além dessa pandemia na qual estamos aprendendo o que nos isola, mas também o que nos une como irmãos”, disse.

O tema escolhido é a inspiração bíblica contida nos Atos dos Apóstolos 28,2: “Eles nos demonstraram uma benevolência fora do comum”. E o lema é a expressão que se popularizou no Brasil: “Gentileza gera gentileza!”. A SOUC 2020 foi preparada pelas igrejas cristãs em Malta. Todos os anos, em 10 de fevereiro, muitos cristãos da ilha celebram a festa do naufrágio do apóstolo Paulo, destacando e agradecendo a chegada da fé cristã nesse território.

O que aprendemos da comunidade de Malta?

A Comunidade de Malta aponta caminhos riquíssimos para o nosso tempo. O que ela aponta, desde o novo Testamento, mas também de hoje, é acolher o diferente, acolher sem preconceito, acolher as pessoas e receber a sua integridade, sem distinguir cor, raça, religiosidade. Penso que é um momento muito propício para nós, no mundo de hoje, aprender desta comunidade, desta experiência. E colocá-la à disposição em nosso tempo, em nossas comunidades e Igrejas. O Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic) está se esforçando para divulgar esses textos. Eles podem nos ajudar a abrir os olhos, ouvidos e o coração para sermos uma igreja acolhedora sem distinguir raça, cor e, como falei, a religiosidade para construir um mundo melhor, que acolhe a todos na paz e na convivência.

Que passos ainda são necessários para avançar a unidade cristã no Brasil?

Acredito que as igrejas históricas, e não só as ligadas ao Conic, mas também outras, estão experimentando e podem experimentar muito mais ainda do momento que estamos vivendo. Justamente neste momento da pandemia do novo coronavírus, mas também na “pandemia” política pela qual estamos passando, para nos identificarmos como cristãos e cristãs que acreditam que um mundo diferente e melhor é possível sem preconceito, sem rancor e sem ódio. É momento de unirmos força e sabedoria para construirmos esse mundo juntos. Um espaço muito interessante seria por meio de nossas faculdades e escolas de teologia, para se apropriar mais do conhecimento mútuo das nossas igrejas, dos livros históricos e confessionais para achar e encontrar pontos em comum e sobre isso trabalhar em nossas formações de pastores, pastoras, padres, diáconos, religiosos e missionários das igrejas. Assim seria possível dar um sinal de unidade e afastar de nós todo esse medo, esse ódio que vem sendo difundido no meio do povo e no meio da gente.

São os humildes que vão nos ensinar, como diz a Bíblia. Nos humildes podemos aprender a partilha, a convivência e o repartir junto. É isto que podemos aprender nesta Semana de Oração pela Unidade Cristã. Que ela se prolongue por muitos e muitos dias, além dessa pandemia na qual estamos aprendendo o que nos isola mas também o que nos une como irmãos.

Não é tempo de calar, ficar silencioso e recolhido. É tempo de abrir nossa boca, sermos profetas do tempo atual. É função das igrejas e das pessoas que trabalham nelas serem profetas e pastores. Ao mesmo tempo, aliviar e consolar aos que estão sofrendo na dor, na perda de seus entes, mas também denunciar e ser proféticos onde se faz necessário levantar as nossas vozes contra a injustiça, contra a prática da atrocidade e a arrogância. Precisamos ser humildes, partilhar experiências e conviver.

Orientações para as celebrações virtuais da SOUC 2020 aqui.

No dia 25 de maio foi realizada a celebração de abertura. O vídeo pode ver aqui abaixo.