TEMPO DA QUARESMA "Em nome de Cristo, suplicamo-vos: reconciliai-vos com Deus" (2 Cor 5, 20)

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

17/03/2020 Pascom realizou primeiro Encontro Diocesano em Sinop

Com muita alegria e entusiasmo os agentes participaram do Primeiro Encontro da Pastoral da Comunicação – Pascom da Diocese de Sinop que compõe o Regional Oeste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, nos dias 14 e 15 de março, em que reuniu 30 participantes das Foranias.

O Encontro era esperado há muito tempo pelos agentes e também pela Diocese. “Sempre desejamos fazer este Encontro. Quando olhamos para a comunicação nós olhamos a força das palavras. Temos um grande desafio, mas seremos o fermento na massa”. Ressaltou Dom Gentil Delazari, bispo emérito ao abrir o evento que aconteceu na Casa Shalon (Centro de Formação Diocesano).

“Faça- se a luz, a palavra, Deus se comunica através de tudo e das coisas. Nós temos uma missão importante que é comunicar Aquele que é a comunicação”, disse dom Gentil sobre a importância da Pastoral da Comunicação. Segundo o bispo devemos ter o olhar atento, saber escutar, pois muitas vezes nós não nos comunicamos entre si, então é preciso ter a dos novos, novos caminhos para nos comunicarmos melhor.

A turismóloga Iara Knabben explicou a epistomologia da Comunicação, os diversos tipos de linguagem como a falada e a escrita, funções, a mensagem e acrescentou que o “Comunicar é essencial para a vida em sociedade”. O acesso à informação está ligado as mudanças tecnológicas e sociais, então há várias formas de produzir conteúdo através dos meios de áudio, vídeo, som, imagem, como por exemplo, as produções da TV.

Iara também abordou o método comunicativo para que haja a troca de informação entre duas ou mais pessoas. O diálogo também é fruto da cultura de cada indivíduo, as vivências, os valores, as alegrias, os sofrimentos, reflexões interpessoal e intrapessoal. Assim como também o emissor pode também ser o receptor da mensagem.

Seguindo a programação da tarde do sábado (14/03), a Anna Reijane da Paróquia São Camilo falou sobre a Igreja, diocese, e as pastorais (organicidade). “Só quem ama entende, se sacrifica. O amor tem que nos mover”, precisamos amar em primeiro lugar”, ressaltou a palestrante sobre a missão de ser um comunicador, doação para Igreja.

A Pascom se estrutura a partir dos documentos da Igreja, estudos e pesquisas na área comunicacional. Os participantes estudaram o Diretório de comunicação da Igreja no Brasil (Doc. 99), no qual fala que “A evangelização, anúncio do Reino, é comunicação”, por isso não podemos resumir a pastoral aos meios de comunicação, conforme apresentou a jornalista da Diocese de Sinop, Carolyne Franco.

É importante ter um planejamento de comunicação e a Pascom deve ser os eixos: Formação, Articulação, Produção e Espiritualidade. São pontos que ajudam na organização a nível nacional, regional, diocesano, paroquial e comunitário. “É uma missão muito bonita, ‘comunicar a ação’, a Pascom é movida pelo amor e estar lado a lado com as demais pastorais, além de divulgar as atividades”, concluiu Carol.

O domingo (15/03) começou com a celebração eucarística conduzida pelo pe. Davi Duarte, da Paróquia São Cristóvão e coordenador de pastoral da Diocese. Falou do sinal e símbolo o da água que satisfaz a sede, a de poço, e a do rio, e perguntou: “O que nós somos?”, fazendo com que todos refletissem sobre que tipo de comunicadores os agentes são.

A Dinâmica das Mídias foi a última palestra do Encontro, apresentada pelo jornalista e publicitário Adriano Araújo ressaltou que “As mídias sociais tem pautado as Tvs para se aproximarem da comunidade”, ou seja, que muitas informações na internet têm virado notícia na TV.

Após explicar as diversas redes sociais, o professor Adriano mostrou vídeos de como na prática podem ser utilizados e deu quatro dicas: Atenção – Conexão – emoção – retenção, para os agentes elaborarem bons conteúdos e divulgarem nas mídias.

Ao final, pe. Davi disse que “só tem sentido estar na pastoral da Comunicação se está na Paróquia. Precisamos traduzir a palavra de Cristo. Precisamos saber os novos meios para anunciar a palavra de Cristo”, também fez os encaminhamentos como a formação da equipe diocesana da Pascom, sendo composta pela: Diana Wilhelm, Iara Melo, Oliveira Marques, Marcelo Galvão, Júlio Cesar Miresti, Luciene Salvadori e Carol Franco. “Que a nossa comunicação brote de uma fonte tão humana que venha do nosso Senhor”, concluiu o padre.