TEMPO COMUM Respondeu-lhes Jesus: "Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus". (MT 22,29)

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

29/01/2020 Juína é a primeira diocese a receber a nova formação da Pastoral Carcerária

Nos dias 24 a 26 de janeiro a Diocese de Juína recebeu o novo Programa de Formação e Animação da Pastoral Carcerária do Regional Oeste 2, elaborado a partir das necessidades expostas pelos missionários no Encontro Estadual do final do ano passado.
O encontro foi organizado pelo Padre Ernesto, que é o Coordenador Diocesano de Pastoral, e os coordenadores diocesanos da Pastoral carcerária, Lidiomar Ferreira e Juventina dos Santos. A Capacitação foi ministrada pela coordenadora regional, Prof. Ana Claudia Pereira, e pelo advogado voluntário, Dr. Wallerson Ferreira.
Os assessores foram carinhosamente acolhidos por Dom Neri na sexta-feira, durante a celebração na capela do Seminário São José, cujos bancos foram produzidos pelos detentos, e também durante a missa dominical na catedral, ocasião em que o bispo falou à comunidade sobre a importância do olhar pastoral para os encarcerados. A missão também foi divulgada pelas emissoras católicas locais de Rádio e Televisão.
O Centro de Detenção Provisória de Juína foi visitado pelos missionários, onde falaram com alguns presos e também conversaram com servidores das áreas de segurança, saúde e educação e conheceram algumas frentes de trabalho como marcenaria, horta e criação de animais.
Também visitaram representantes de entidades, como o Juiz de Execução Penal, Dr. Wagner Dupin Dias, o Presidente do Conselho da Comunidade de Execução Penal, Sr. Edmilson Labres Bueno, o Presidente da OAB, Dr. Nader Thomé Neto e os Defensores Públicos Federais, Dra Raquel Giovanini e Frank Eugênio Zakalhuk.
A nova formação compreende 12 horas aula, aborda questões específicas sobre Mato Grosso e é certificada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-Regional Oeste 2. Assim como em outros municípios, os trabalhos da Pastoral Carcerária no passado foram prejudicados pela falta de informação sobre as leis que regulamentam a assistência religiosa e esse é um dos pontos de destaque da nova proposta.
No território da Diocese, há duas unidades prisionais, mas somente a de Colniza conta com uma programação de visita pastoral mais frequente. Com essa Formação, também foi encaminhado o atendimento na unidade de Juína: “Desde o primeiro contato, tanto o clero como os leigos se mostraram muito receptivos e deram passos concretos para ampliação da missão na Diocese de Juína. Viemos animar a missão, mas a acolhida fraterna de Juína nos fez sair de lá muito mais animados a continuar os trabalhos nas demais dioceses” explicam os formadores.
Mais três dioceses estão com suas formações agendas: 8 e 9 de fevereiro na Diocese de Cáceres; 29 de fevereiro e 01 de março na Diocese de Primavera do Leste-Paranatinga e 04 de abril na Diocese de Diamantino. As demais participarão da segunda rodada, a ser agendada pelos seus respectivos coordenadores diocesanos de pastoral.