TEMPO COMUM Respondeu-lhes Jesus: "Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus". (MT 22,29)

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

10/07/2020 Entidades do MT realizam reunião de preparação do 26º Grito dos Excluídos e das Excluídas

Aconteceu neste dia 07 de julho, a reunião virtual de articulação do 26º Grito dos Excluídos e das Excluídas no Mato Grosso. Participaram representantes da CNBB/Regional Oeste 2, CNLB/Regional Oeste 2, CNLB/Diocese de Rondonópolis-Guiratinga, COMIRE/Diocese de Primavera do Leste-Paranatinga, CNLB/Diocese de Sinop, Comissão Pastoral da Terra, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos, Associação Amigos e Amigas do Centro de Formação e Pesquisa Olga Benário Prestes, Ouvidoria de Polícia, Centro Burnier e Fórum Estadual dos Direitos Humanos e da Terra.

Com o tema, “VIDA EM PRIMEIRO LUGAR” e lema “BASTA DE MISÉRIA, PRECONCEITO E REPRESSÃO! QUEREMOS TRABALHO, TERRA, TETO E PARTICIPAÇÃO”, o 26º dos Excluídos e das Excluídas está conectado à 6ª Semana Social Brasileira, “Mutirão pela vida – por Terra, Teto e Trabalho”.
Muito se conversou nesta reunião e tendo em vista o contexto da pandemia, a proposta é de se construir um grito virtual, com atividades de comunicação nas mídias digitais, atos simbólicos e atos de solidariedade para com os profissionais da saúde, as famílias vítimas da COVID-19 e memória dos mortos pela pandemia.

Essa vigésima edição do Grito dos Excluídos e das Excluídas inaugura um novo modo de organização e atuação com encontros e eventos online, apoio às lutas por direitos e denúncias contra opressões e as diversas formas de exclusão, combate ao fascismo, autoritarismo, racismo, machismo, devastação ambiental e exclusão social, ou seja, todas as formas de desigualdades sociais.
Das proposições apresentas, foram encaminhadas:

1- Participação no seminário regional da 6ª Semana Social Brasileira em 24/7, 19:00, por meio de plataforma virtual;

2- Propostas para realização do GRITO: simbologia das cruzes; faixas em frente aos hospitais; solidariedade aos profissionais da educação; uso dos canais de comunicação diversos na semana do GRITO; realização de LIVE; atos simbólicos na frente dos órgãos públicos denunciando a situação da crise sanitária, crise social e segurança alimentar; estabelecer parceria com outros grupos e instituições;

3- Os representantes de Rondonópolis, SINOP, Cuiabá e Primavera do Leste, farão as articulações das parcerias locais para definir as atividades possíveis em cada localidade e apresentar na próxima reunião para os encaminhamentos;

4- Fazer contato com as demais dioceses do regional e outras entidades para participarem da mobilização;

5- Próxima reunião do grupo será dia 28/07 – 19:00h, por meio de plataforma virtual;

Para a animação do GRITO, já foram disponibilizados os materiais de sensibilização e mobilização: cartaz, hino, tabloide jornal, camisetas e roteiro para celebrações que podem ser solicitados pelo correio eletrônico: (gritonacional@gmail.com).