TEMPO COMUM ''Minhas ovelhas escutam minha voz, eu as conheço e elas me seguem.'' Jo 10,27

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

07/10/2019 Do Vaticano, presidente da CNBB fala dos primeiros momentos do Sínodo para Amazônia

O arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Walmor Oliveira de Azevedo, concedeu uma entrevista ao vivo no Facebook hoje, 7 de outubro, segundo dia do Sínodo para a Pan-Amazônia, direto da Sala Paulo VI, ao jornalista da rádio Vaticano, Silvonei José. O foco foi sobre os primeiros momentos do Sínodo para a Amazônia, que acontece no Vaticano, em Roma, até 27 de outubro. Reforçando a ênfase do Papa Francisco, dom Walmor falou sobre a importância da oração e de o Sínodo deixar-se conduzir pelo Espírito Santo. “Estamos aqui sendo igreja abertos à ação do Espírito Santo de Deus”, disse.

O presidente da CNBB destaca que os primeiros momentos estão marcados pela fé, oração e abertura do coração ao horizonte que vai dirigir o caminho do Sínodo. “A nossa preocupação primeira e central é pastoral, com a evangelização e o anúncio de Jesus Cristo”, afirmou. Dom Walmor destacou também a necessidade, para a evangelização, de a Igreja inculturar-se na região como faz em outras regiões do mundo. Para o religioso, como compreender e viver a ecologia integral é uma preocupação importante e fundamental nas lições necessárias que “precisamos aprender a partir da Amazônia”. Os novos caminhos da presença da Igreja na Amazônia, segundo o presidente da CNBB, vão brotar a partir da escuta e ancorados na tradição da Igreja, nos valores do Evangelho e naquilo que é imutável.
Acompanhe a entrevista na íntegra.