TEMPO COMUM Respondeu-lhes Jesus: "Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus". (MT 22,29)

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

07/12/2016 Diocese de Rondonópolis realiza transferências de Presbíteros Transferir um padre sempre é um gesto delicado porque mexe com pessoas, com padres, com seres humanos " Dom Juventino"

Aos cristãos e lideranças de nossas paróquias,
transferenciasDiante da responsabilidade de pastorear a Diocese que a Igreja me confiou, tenho a responsabilidade de olhar o conjunto da diocese e perceber o que Deus neste momento nos chama. Assim, transferir um padre sempre é um gesto delicado porque mexe com pessoas, com padres, com seres humanos. Cada um de nós gosta de estar no seu próprio lugar, com os amigos que construiu e a comunidade que edificou.
Agradeço a generosidade de cada padre que acolheu como um gesto de Igreja, digno do presbítero, que sempre está aberto para ir, caminhar, estar a caminho, partir em missão. A diocese precisa pensar no todo do atendimento do Povo de Deus.
Depois de encontros com o Conselho de Presbítero, após orações e escuta do Espirito Santo e conhecendo as necessidades, percebemos que a Igreja precisa pensar no bem maior, razão pela qual tivemos que fazer várias mudanças entre os presbíteros.

– Padre José Moreira é transferido da Paróquia São João Batista de Guiratinga e assume como pároco da Paróquia Bom Pastor,

– Pe. José Éder Ribeiro Lima é transferido da Paróquia Bom Pastor e assume como pároco na Catedral Santa Cruz,

– Padre João Henrique Correa é transferido da Paroquia Santa Cruz para a paróquia São José Esposo onde assume como pároco.

– Na Paróquia São Domingo Savio: Pe. Sergio Henrique Fabiano Zanon assume como pároco e o diácono Jhony Willian Nery de Souza como vigário paroquial.

– O Seminário propedêutico será transferido da Paróquia Bom Pastor para a Paróquia São Domingo Sávio, tendo Pe. Sergio como responsável e Diacono Jhony como cooformador.

– O Conselho Diocesano de Pastoral Vocacional passará assim a ser constituído: Pe. Jefferson, Pe. Sérgio e Diácono Jhony (com ajuda de Pe. Thiago, Pe. Lauri e Pe. José Éder)

– Conforme insistência e pedido do Provincial dos Frades Menores Missionários a partir de 01.01.2017 a Paróquia de Fátima de São Lourenço será atendida pela paróquia Senhor Bom Jesus de Juscimeira, com atendimento rotineiro, da Matriz Fátima, das comunidades Fazenda Bom Jesus, Lago Azul, Bahia São João, Lambari e aldeia Indígena de Córrego Grande. O Pantanal será atendido pela Paróquia Nossa Senhora do Carmo de Itiquira com ajuda de padres para atender o Pantanal com entrada por Fátima de São Lourenço e Sete Placas.

– Fátima de São Lourenço permanecerá como paróquia com seus livros, CPP, Organização Pastoral e presença junto às pastorais, mas sem um padre residente.

– A paróquia Senhor Bom Jesus de Juscimeira recebe Pe. Lauri Rodrigues da Silva como vigário coadjutor com direito à sucessão depois de um período de conhecimento da dinâmica daquela paróquia e assumindo como Pároco da Paróquia Senhor Bom Jesus. Após a transferência, Pe. Mário continua como vigário e deseja fazer da paróquia a sua residência na velhice. Pe. Jefferson, reitor do Seminário Jesus Bom Pastor em Cuiabá assume aos sábados e domingo como padre auxiliar da Paróquia Senhor Bom Jesus, acompanhando os seminaristas que estão na teologia.

– Pe. Nazaré Cândido Paniago é transferido de São José do Povo, assumindo como pároco na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora em Alto Araguaia, tendo como vigário paroquial Pe. Aladim Leodenis Loureiro que se dedicará à paróquia e à obra Kolping.

– Pe. Ermes Costa Campos é transferido da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora de Alto Araguaia e assume como pároco na paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Rondonópolis.

– Em São José do Povo – assume como diácono residencial Diácono Arthur Moreira Brito e inicialmente será atendido pela paróquia São Domingo Sávio, que vai atender as missas. Os demais sacramentos e a vida pastoral ficam com o diácono Arthur.

– Na Paróquia São João Batista em Guiratinga Pe. Marcos Antônio Gonçalves dos Santos, assume como vigário administrador com a ajuda do seminarista Marcelo Vinicius de Oliveira.

Prezados cristãos, são poucos os operários presbíteros. A Messe é grande. Além de rogar ao Senhor da Messe que envie operários, vamos fazer em cada família, nas pastorais e movimentos grande mutirão de promoção vocacional para que a nossa Igreja tenha padres dedicados, abnegados em número maior para que atendam as comunidades e o povo de Deus.
Com minha bênção, preces e abraço,

Dom Juventino Kestering
Bispo de Rondonópolis-Guiratinga