TEMPO COMUM ''Minhas ovelhas escutam minha voz, eu as conheço e elas me seguem.'' Jo 10,27

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

21/07/2019 Agentes da Pastoral da AIDS Regional Oeste 2 participa do IX Seminário Nacional de Incidência Política em Porto Alegre/RS

Com o Tema “Começar novo, de novo. É tempo de se reinventar…” A Pastoral da AIDS Nacional realiza a IX do Seminário Nacional de Incidência Política em Porto Alegre/RS. O seminário está sendo realizado entre os dias 19 a 21 de julho, com a participação de representantes das coordenações regionais e agentes da pastoral, com a participação de aproximadamente 100 agentes que representam 20 Estados do Brasil.

Durante o seminário iniciará o processo de elaboração do novo plano de ação para 2020-2022. O seminário é um espaço de reflexão e aprofundamento da participação, enquanto agentes pastorais, no campo do controle social das políticas públicas de saúde, sobretudo no campo do HIV e aids.

“Estamos cientes que o Brasil passa por profundas transformações no campo político e econômico e isso repercute também nas políticas públicas de saúde. O seminário pretende levantar sugestões de propostas para a Pastoral da Aids que está em processo de elaboração do novo plano de ação para o triênio 2020- 2022. Uma leitura dos cenários atuais poderá repercutir em propostas mais concretas para sua caminhada no próximo período, especialmente para este campo da incidência política, uma das áreas de atuação dos agentes”. Texto retirado da proposta do seminário elaborado pela coordenação nacional da Pastoral da Aids.

Para o Frei José Bernardi, agente pastoral em Porto Alegre e incentivador da pastoral, afirma que o seminário é uma das dimensões da pastoral que é refletida com agentes que vem de todo Brasil,para aprofundar e discutir o lugar e as ações que a pastoral pretende desenvolver neste campo. “Trata-se de um momento muito importante porque são socializadas essas experiências que são levadas adiante nas dioceses paróquias e ao mesmo tempo tem uma visão ampliada da conjuntura nacional para o enfrentamento da epidemia do HIV e todas as outras doenças que estão correlacionadas com o vírus. Então neste sentido, os representantes que vem dos estados das dioceses para este evento são porta voz de suas equipes e ao mesmo tempo no retorno levam as reflexões que são feitas no seminário e podem compartilhar com suas equipes com os agentes que atuam nas comunidades neste campo”, disse Frei José.

O Bispo referencial da Pastoral da Aids em Mato Grosso, Dom Vital Chitolina está presente no seminário e afirma que os bispos de Mato Grosso incentivam agentes de pastorais de todo o regional. “É um momento significativo, estamos vivendo um ano das pastorais sociais e está pastoral deve ser muito incentivada em todas as comunidades também nas paróquias e dioceses do regional. Deus seja bendito pelo trabalho voluntário e também pelas iniciativas a favor destas pastorais de periferia tão importantes principalmente do plano diocesano de cada pastoral aonde contemplamos as pastorais sociais e Deus na sua infinita misericórdia abençoe a todos que acompanhe essas pastorais.

Estão presentes no seminário representantes das Dioceses de Primavera do Leste / Paranatinga, de São Luiz de Cáceres, Diamantino e Juína, e também o bispo referencial do Regional Oeste 2. Maviane Damitz, Coordenadora da pastoral no Regional fala sobre a participação dos agentes no seminário, “Eu estou muito feliz em participar de mais uma edição do seminário, e muito contente por termos muitos agentes da pastoral de Mato Grosso e nosso bispo referencial da pastoral, Dom Vital. Acredito que o seminário é importante para conhecermos outras realidades, falar de nossos desafios e traçar propostas de trabalhos para que possamos assim fortalecer ainda mais nossa pastoral e voltar para nossas dioceses ainda mais revigorantes, renovados na fé e na caridade de servir o próximo”.

Encontro de Formação e Pré-Assembleia

No início deste mês a Pastoral da Aids de Mato Grosso realizou um encontro de formação e pré-assembleia no CENE (Centro Nova Evangelização) em Cuiabá . O encontro foi realizado para ampliar os trabalhos nas dioceses, paróquias e comunidades, a partir da capacitação dos agentes, como forma de cuidar daqueles que cuidam. Viu-se a dimensão da acolhida, do cuidado e da solidariedade, motivando os agentes missionários a serem multiplicadores da solidariedade e protagonistas do bem comum, honrado, servindo, preservando, restituindo e defendendo a vida.