TEMPO COMUM "Grande é a messe, poucos são os operários" Lc 10,2

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

11/08/2017 Terço dos Homens da diocese de Rondonópolis-Guiratinga realizou retiro espiritual Dom Juventino enfatizando a “importância dos homens em oração.

Aconteceu na Chácara Botuverá, diocese de Rondonópolis-Guiratinga o retiro do Terço dos Homens. Mais de cem homens se reuniram em oração, silencio, escuta da Palavra de Deus, oração e celebração. Dom Juventino Kestering esteve presente e fez sua reflexão, enfatizando a “importância dos homens em oração. É um sinal evangelizador para a sociedade e caminho de integração na família e na comunidade”. Salientou ainda “que inicialmente os homens rezam somente o terço, depois vão descobrindo a beleza de meditar os mistérios através da leitura bíblica, em seguida sentem necessidade de convidar mais pessoas, de visitar famílias e criar novos grupos, de formar grupos de família e de fazer alguma ação social. Esse é um novo processo evangelizador, resgate de pessoas que estavam afastadas e com a evangelização do terço dos homens houve novamente uma aproximação da comunidade” concluiu o bispo.

Segundo o coordenador do Terço dos Homens, “esta iniciativa na diocese teve início em 2005 na Paróquia Bom Pastor e foi se estendo nas paróquias e hoje já conta com mais de 500 homens semanalmente rezando o terço”. “O intuito do terço dos homens é tirá-los dos bares e outras atividades vazias, levando-os à oração do terço, à frequência da Igreja, ao resgate do valor da família e a meditação do Evangelho”.

O terço é uma oração simples, mas de uma profundidade, pois além das orações sucessivas é uma forma de a cada dez ‘Ave Maria’ ler um texto da Palavra de Deus que contém um dos mistérios de nossa fé. Papa Francisco ensina: “O terço é um instrumento poderoso que traz paz aos nossos corações, à Igreja e ao mundo. Na oração do terço nós nos dirigimos à Virgem Maria, para que nos conduza sempre mais perto do seu Filho, Jesus, para conhecê-Lo e amá-Lo sempre mais”, conclui o Papa.

Pastoral da Comunicação

Diocese de Rondonópolis-Guiratinga