TEMPO COMUM "Grande é a messe, poucos são os operários" Lc 10,2

INFORMATIVO

Cadastre e receba nosso informativo

CRB

CRB

 

A Conferência dos Religioso(a)s do Brasil (CRB), organização religiosa de pleno direito canônico, fundada em 1954, constitui-se como interlocutora qualificada com a Sé Apostólica no que tange à Vida Consagrada no Brasil.

Em sua missão a CRB anima, articula e acompanha a Vida Religiosa no Brasil, no seguimento a Jesus Cristo e no seu serviço profético-testemunhal; alem de promover a comunhão na diversidade de dons e carismas e incentivar a construção de novas relações intercongregacionais, eclesiais e sociais.

Trabalhos desenvolvidos no Regional

A CRB Regional de Cuiabá é uma secção da CRB Nacional, cuja sede fica no Rio de Janeiro. Por Ato de sua primeira Assembléia Geral, desmembrou-se da Regional de Campo Grande – MS, em 28 / 10 / 1985.

Estando presentes os superiores maiores, gerais e/ou Provinciais, ou seus representantes, os coordenadores de Núcleo ou de seus delegados, bem como os membros da comissão preparatória e contando com a presença do secretário executivo e do próprio presidente da CRB Nacional, deu-se a Instalação no mesmo dia 28/10/1988, tendo já local provisório para o funcionamento de sua sede.
Como  Secção da CRB Nacional e pautando os mesmos objetivos, esta Regional está a serviço da animação e formação da Vida Religiosa no Estado do Mato Grosso. Articula, provoca, coordena e promove atitudes intercongregacionais que traduzem e explicitam o processo de refundação do caráter permanente da Vida Religiosa.
Atualmente, com sua sede própria em Cuiabá, conta com cerca de 700 Religiosos/as congregados nas respectivas comunidades pertencentes a 42 congregações femininas e 19 congregações masculinas. No âmbito do Regional há também algumas Sociedades de Vida Apostólica, mistas, que, aos poucos, vem integrando-se à vida da Regional.
A Assembleia Geral é o órgão máximo de decisão, reúne-se ordinariamente uma vez por ano e, a cada três anos é eleita nova diretoria, podendo ser reconduzida por mais três anos. A diretoria é composta de cinco membros. As atividades maiores da CRB Regional são planejadas e acompanhadas pela diretoria e as do dia-dia, realizada por um assessora da diretoria.

Os núcleos desta Regional, atualmente, são em núcleo de 18, sendo que as comunidades estão em fase de redistribuirão pelos núcleos, seguindo o critério não mais de área geográfica diocesana e sim de proximidade da sede do Núcleo. Cada núcleo tem sua coordenação composta por três membros, eleitos em uma de suas reuniões anuais, com mandato de três anos.

Conta, ainda, a CRB Regional, com Grupos de Reflexão sobre atividades ou realidades especificas, relativas a formação, inserção, etnia e outros de interesse circunstanciais. Esses grupos têm também sua equipe de coordenação, composta, em geral, por três membros, eleitos à medida que for necessário, tendo em vista a rotatividade dos religiosos/as nas comunidades.

Núcleos e grupos reúnem-se periodicamente para acompanhar a fortalecer a Vida Religiosa no âmbito de sua responsabilidade, de acordo com as necessidades da realidade.
Empenho especial de cada comunidade religiosa é a comunhão e a soma de forças com a Igreja diocesana e local, em vista da missão e, sempre que possível, dentro do próprio carisma fundacional.

Perfil da Vida Religiosa em Mato Grosso: Quase todas as congregações presentes em Mato Grosso têm sua origem no estrangeiro, mas todas estão imbuídas de espírito missionário e concretizando ações de expansão e fortalecimento do Reino, em favor da vida, procurando ser fiéis ao mandato do Senhor, de acordo com o próprio carisma fundacional.
Neste imenso Mato Grosso, Religiosos e Religiosas foram realmente pioneiros como presença da Igreja, aceitando e assumindo dificuldades muitas vezes desmedidas e, não raro, tendo derramado seu sangue pela causa do Reino. Sempre tiveram, e ainda tem, a preocupação de “estar lá onde ainda ninguém chegou” ou onde há uma necessidade para a construção e fortalecimento do Reino.

A catequese, a formação de catequistas, a formação e acompanhamento de Grupos de jovens, a Liturgia, o trabalho entre os indígenas, a saúde, hoje de maneira especial, a saúde popular, sempre foram campos privilegiados de espaço apostólico da Vida Religiosa.
Atualmente, nos mais diferentes serviços ao Povo: Paróquias, pastorais, creches, educação, asilos, hospitais, saúde popular, missões indígenas, orfanatos, asilos para idosos, abrigos, etc. .. lidam, portanto, com todas as faixas etárias e, preferencialmente, entre as classes menos favorecidas. Hoje á forte tendência de atendimento a crianças, adolescentes e jovens em situação de risco, especialmente drogas e prostituição. Ainda há os/as corajoso/as que estão à frente de escolas, apesar de todos os desafios dos complexos educacionais; sempre, porém, com a intuição de evangelização a da transformação social, em vista da construção do Reino, da implantação de uma mentalidade nova, também nos meios mais abastados. Aliás:  como evangelizar a juventude mais favorecida?

Em sintonia com toda a Vida Religiosa no Brasil e acompanhando o esforço da CRB Nacional, procura-se, nesta Regional, descobrir e fazer uma leitura evangélica dos sinais dos tempos, aprofundar o sentido da própria vocação e presença e realizar uma ação conjunta com a Igreja e todos e todas que buscam e realizam caminhos de transformação social.